Bem Vindo!

E-Book - Lei 8.112/1990 - Série Legislação em Lacunas

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em Estoque

De: R$30,00

Por: R$25,00

Amostra
E-Book - Lei 8.112/1990 - Série Legislação em Lacunas - Amostra

Descrição Rápida

A Editora Totus busca desenvolver métodos de estudo inovadores. A utilização de lacunas é uma ideia muito simples, mas bastante interessante. Todo dispositivo legal possui pontos sensíveis, que podem ser objetos de cobrança em prova, e outros que são óbvios ou apenas completam a redação normativa, mas sem grande relevância. O que se busca então é destacar os pontos sensíveis com lacunas. Assim, o método de estudo proposto é o seguinte: primeiro, o concursando lê a norma completa ou, se preferir, trechos dela; depois, ele faz leitura e releituras completando as lacunas. A primeira leitura com lacunas exigirá um esforço maior, mas, com as leituras posteriores, o concursando conseguirá memorizar os pontos sensíveis. O trabalho intelectual na elaboração do material está na percepção dos pontos passíveis de cobrança em provas.


A Lei 8.112/90 é uma norma das mais importantes que costumam cair em concursos públicos atualmente e, por isso, o seu estudo não deve ser negligenciado. A primeira parte da obra traz a norma com lacunas e a segunda parte traz a norma completa.


Esperamos, com essa ideia simples e interessante, contribuir para a sua aprovação em concursos públicos. Contudo, reconhecemos que o método pode ser melhorado. Por isso, de antemão, agradecemos aos que puderem nos enviar sugestões e críticas. 


Autor


Romualdo Rocha de Oliveira é bacharel em Direito pela Faculdade Processus (2011) e Técnico Judiciário do TSE desde 2007. Foi aprovado no concurso para Tabelião no Maranhão.

E-Book - Lei 8.112/1990 - Série Legislação em Lacunas

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

De: R$30,00

Por: R$25,00

Detalhes

Apresentação

O estudo para concursos públicos exige, num primeiro plano, a compreensão do conteúdo. Mas isso apenas não é suficiente para que o concursando alcance um bom resultado. Também é preciso memorizar os conteúdos estudados.

Especialmente no que diz respeito ao estudo das normas em si, memorizar torna-se um desafio ainda maior, pois parte considerável dos textos legais estabelecem meras convenções, que não possuem razão especial de ser. Por exemplo, um prazo é de 15 (quinze) dias e não de 10 (dez) dias por uma mera convenção. É assim porque é. A distribuição de competências – para citar outro exemplo –, muito comum em leis orgânicas, também é carregada de convenções.

Vários métodos são utilizados para a memorização das normas. O mais tradicional é ler e reler as normas tantas vezes quantas forem possíveis. Os mapas mentais também tem auxiliado bastante os concurseiros. Com apenas uma ressalva: não dispensam a leitura da norma. Resolver questões no estilo “certo ou errado” também é um excelente método. A utilização de cores de fundo, tal qual proposto no blog http://gutobello.blogspot.com, em que diversas normas estão disponíveis para download, também ajudam, principalmente aos que possuem memória fotográfica.

A Editora Totus busca desenvolver métodos de estudo inovadores. A utilização de lacunas é uma ideia muito simples, mas bastante interessante. Todo dispositivo legal possui pontos sensíveis, que podem ser objetos de cobrança em prova, e outros que são óbvios ou apenas completam a redação normativa, mas sem grande relevância. O que se busca então é destacar os pontos sensíveis com lacunas. Assim, o método de estudo proposto é o seguinte: primeiro, o concursando lê a norma completa ou, se preferir, trechos dela; depois, ele faz leitura e releituras completando as lacunas. A primeira leitura com lacunas exigirá um esforço maior, mas, com as leituras posteriores, o concursando conseguirá memorizar os pontos sensíveis. O trabalho intelectual na elaboração do material está na percepção dos pontos passíveis de cobrança em provas.

A Lei 8.112/90 é uma norma das mais importantes que costumam cair em concursos públicos atualmente e, por isso, o seu estudo não deve ser negligenciado. A primeira parte da obra traz a norma com lacunas e a segunda parte traz a norma completa.

Esperamos, com essa ideia simples e interessante, contribuir para a sua aprovação em concursos públicos. Contudo, reconhecemos que o método pode ser melhorado. Por isso, de antemão, agradecemos aos que puderem nos enviar sugestões e críticas. 

Autor

Romualdo Rocha de Oliveira é bacharel em Direito pela Faculdade Processus (2011) e Técnico Judiciário do TSE desde 2007. Foi aprovado no concurso para Tabelião no Maranhão.

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.